Quadra

Mundo Enganador

Oi vivemos aqui nessa terra
Salut nous vivons ici sur cette terre
Lutando pra sobreviver
Luttant pour survivre
O Lugar onde poucos têm muito
Le lieu où peu ont (possèdent) beaucoup
E muito sem ter o que comer
Et beaucoup n’ont rien à manger

Olhando isso eu fico triste
Voyant celà je me sens triste
Me pergunto qual é a solução?
Je me demande quelle est la solution ?
Estou feliz por ter a capoeira
Je suis heureux d’avoir la capoeira
Como forma de expressão
Comme moyen d’expression

Capoeira é uma arte
La capoeira est un art
E arte é obra de Deus
Et l’art est l’oeuvre de Dieu
Nesta terra eu não tenho muito (refrão)
Sur cette terre je n’ai pas grand chose (refrain)
Mas tudo que eu tenho foi Deus que me deu (refrão)
Mais tout ce que je possède me fut donné par Dieu (refrain)

Coro (Choeur) : Nesta terra eu não tenho muito (refrão)
Mas tudo que eu tenho foi Deus que me deu (refrão)

Eu tenho um canarinho cantador
J’ai un canari chanteur
Berimbau afinado e um cavalo chotão
Un berimbau bien accordé et un cheval indomptable
E um carinho da morena faceira que me deu
Et une chérie brune coquette qui m’a donné
Seu amor e o menino chorão
Son amour et un garçon pleurnichard

Ah! Meu Deus quando eu partir
Ah ! Mon Dieu quand je partirai
Desse mundo enganador
De ce monde trompeur
Pra meu filho eu deixarei
A mon fils je laisserai
Uma coisa de valor, é é é
Une chose de valeur, é é é

Não é dinheiro, não é ouro, não é prata
Ce n’est pas de l’argent (monnaie), ce n’est pas de l’or, ce n’est pas de l’argent (métal)
É um berimbau maneiro que eu ganhei do meu avô (refrão)
C’est un super berimbau que j’ai hérité de mon grand-père

Coro : Não é dinheiro, não é ouro, não é prata
É um berimbau maneiro que eu ganhei do meu avô (refrão)

Ô, ô, ô, Meu berimbau que toca Iúna e benguela
Ô, ô, ô, mon berimbau qui joue Iúna et benguela
Toca paz, e toca guerra e toca até chula de amor
Il joue la paix, et la guerre, et même l’amour vulgaire

Não é dinheiro, não é ouro, não é prata
É um berimbau maneiro que eu ganhei do meu avô (refrão)

Ah! Meu Deus quando eu partir
Desse mundo enganador
Pra meu filho eu deixarei
Uma coisa de valor, é é é

Não é dinheiro, não é ouro, não é prata
É um berimbau maneiro que eu ganhei do meu avô (refrão)

Ô, ô, ô, Meu berimbau que toca Iúna e benguela
Toca paz, e toca guerra e toca até chula de amor

Não é dinheiro, não é ouro, não é prata.
É um berimbau maneiro que eu ganhei do meu avô (refrão)

(Toque : Benguela)

 

NOTES :

Cette chanson est une chanson contemporaine créée par Mestre Barrão du groupe Axé Capoeira basé à Toronto, au Canada.

La version enregistrée par Mestre Barrão dans un de ses albums est ci-dessous, et une autre version plus bas enregistrée spontanément dans un café et entonnée en choeur par l’assistance !

Au café : « Mundo Enganador » à partir de 1mn21sec

Version reprise par la chanteuse Carolina Soares en 2008 :

 

 

Laisser un commentaire

Votre adresse de messagerie ne sera pas publiée. Les champs obligatoires sont indiqués avec *

neuf + quatre =

*Retapez correctement le code anti-spam